Carregando...
Personalidades no PE

Personalidades no PE: Conheça um pouco da história do ex zagueiro Frei6 minutos de leitura

COMPARTILHE

Por José Carlos Vieira “Lela”

Lindomar Pires Martins, conhecido como Frei, nasceu no dia 25 de junho de 1968, filho de Vicente Pinto Martins e Cleuza Pires Martins. Nasceu em Santa Helena de Goiás e se mudou bem cedo para Rio Verde. Começou sua movimentada carreira jogando pelo Esporte Clube Rio Verde em 1985.

Foi um zagueiro clássico, não gostava de dar chutão e tratava a bola com muita categoria. Acompanhe um pouco da trajetória do zagueiro Frei:

Time infantil do EC Rio Verde 1981, Frei é o terceiro da direita para a esquerda em pé

Em 1985, primeiro jogo pelo Rio Verde no profissional, enfrentando o Itumbiara. No Esporte Clube Rio Verde ele ficou de 1985 a 1989. Já em 89 e 90 jogou no Vila Nova (91), Matsubara (92), Itumbiara (93 e 95). Aliás, no Itumbiara, Frei é ídolo, inclusive tem várias fotos sua no memorial do clube que fica Estádio JK.

Time do Itumbiara na década de 90

Também passou por Atlético Goianiense (94), Fluminense (96), Goiatuba (97) Ferroviária de Araraquara (98),Friburguense (99), São Raimundo (2000) Nacional do Amazonas (2001), URT de Minas Gerais (2002 e 2003) também jogou pela Rioverdense.

Time do URT de 2001

Frei diz que seu jogo inesquecível foi a primeira vez que jogou no Maracanã pelo São Raimundo, nesse dia seu time perdeu de 2 a 0 para o Fluminense. Outros jogos lembrados pelo zagueiro foi enfrentando o baixinho Romário, quando ele jogava pelo Flamengo e o Frei pelo Friburguense.

Time do Matsubara 1992

Cita que jogou contra o Tulio Maravilha quando ele jogava no Botafogo e ele no Friburguense. Também enfrentou o Tulio quando o ele jogava no Goiás e o Frei no Vila Nova. Revela que seus melhores foram Dener, Edinho e Zé Carlos, que hoje mora em Goiânia. 

Time do Nacional campeão amazonense em 2000

Todo jogador que passou por vários clubes, tem muitas histórias do mundo da bola. Frei contou que quando jogou pelo Friburguense, ganhou a camisa do atacante Romário após uma partida contra o Flamengo.

Na ocasião, depois do jogo, um torcedor ofereceu R$ 300,00 pela camisa do Romário, ainda toda suada. Frei não pensou duas vezes, vendeu e depois foi na loga e comprou uma nova por R$ 75,00.

Frei ganhou esse apelido na quadra do Martins Borges, onde foi um peladeiro constante de um período tradicional do esporte amador. Depois que encerrou a carreira profissional passou a jogar no amador, sendo campeão pela AABB e diversos outros times.

Frei atuando no futebol terrão da cidade

Os colegas de time tem respeito pelo Frei, pois ele parece um treinador dentro de campo, orientando o posicionamento da equipe. Recorda com ironia da vez que foi expulso de campo porque bateu num gandula e dos casos engraçados sobre ele contado pelo Vampeta.

Frei no time do Vila Nova em 1989

Frei conta que fez vários amigos no mundo da bola, como Zé Carlos, Edinho, Dener, Professor Zé de Oliveira, Mazinho preparador de goleiros, Gláucio que hoje mora em Jataí, Professor Daniel, Toninho Xerife, Pereira, Gustavo, Tom, Jailton, , Lanean, Pastel e entre vários outros.

Frei ao lado dos professores Zé de Oliveira e Daniel

Depois dessa brilhante e intensa carreira, Frei hoje é comentarista esportivo na Rádio Morada do Sol FM no Programa Bola na Mesa. Ele sabe comentar, se colocar no lugar do jogador e torcedor, interpretando bem os fatos. Fala numa linguagem que o boleiro e todos os amantes do futebol entendem.

Frei, o zagueiro clássico, que gostava de sair com a bola dominada e orientar sua defesa, marcou época no time do Rio Verde, e agora como comentarista esportivo torce para que o time das Abóboras volte ao seu devido lugar no cenário goiano. Foi vice campeão master jogando pelo Rio Verde/Metacampo no campeonato estadual.

Time do Rio Vede Metacampo master

Treinou a base do Esporte Clube Rio Verde, formando um bom time do sub- 18 onde foi vice campeão da categoria em 2013. Depois o time que tinha vários atletas promissores, acabou se desfazendo.

Time do EC Rio Verde Sub-18 de 2013

Frei é figura popular em Rio Verde e em outras cidades, prova de seus belos serviços prestados ao futebol amador e profissional.


COMPARTILHE
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *