Personalidades no PE: Confira um pouco da história do Tom da Bola

Personalidades no PE: Confira um pouco da história do Tom da Bola

Por “Lindenberg Junior”

Toda semana o Portal Esportivo trás uma matéria no quadro Personalidades no PE, de um(a) atleta que deixou seu nome na história esportiva de Rio Verde.

Nesta semana, estaremos contando uma pouco da história de Wellington Martins Silva, conhecido como Tom da Bola que jogou no futebol profissional. Também se destacou em clubes amadores na cidade e no futsal.

Tom nasceu no dia 01 de março de 1969 em Jataí. Filho de José Martins e Sebastiana Franco da Silva, ambos já faleceram. Casado com Lucimar Ribeiro Martins e pai de Wanderson Ribeiro Martins e Wellerson Ribeiro Martins que aparecem na foto destacada.

Início

Tom que era meia ofensivo, jogou no Infantil da Jataiense, depois passou pelas bases do Goiás Esporte Clube, Vila Nova Futebol Clube e no Esporte Clube Rio Verde.

Time da Base do EC Rio Verde

Futebol Profissional

O meia passou por várias equipes do futebol brasileiro, alem do EC Rio Verde e AA Rioverdense, atuou também no Cuiabá, Rondonópolis, Barra do Garça, Jataiense, Uberlândia e ainda passou pelo Sport Ciudad Nueva do Paraguai.

Time da Rioverdense

Aliás, Tom nos confidenciou que um dos momentos que ter marcou foi quando aos 19 anos estreou pelo profissional do EC Rio Verde substituindo Gilmarzinho que na época era referência.

Outro momento importante foi quando jogou pela Rioverdense no Estádio Serra Dourada contra o Goiás que tinha Josué, Fernandão, Alex Dias, Dill e Aluízio. Aliás pela Rioverdense disputou o Brasileiro da Série C.

Tima da Jataiense

Teve que parar de atuar depois que sofreu uma lesão gravíssima na coluna. Fez cirurgia para voltar a andar e graças a Deus foi realizada com sucesso.

Futebol Amador

Tom passou por várias equipes do futebol amador, Olaria, Fazenda Reunias, Marconal, Cruzeiro do Sul, Comigo, Lagoa EC, Riverlândia, Ouroana e também no Cachaçamba de Mineiros.

Time da fazenda Reunidas

Ganhou vários títulos no futebol amador, entre eles, a Copa A Baratex que hoje é a Liga Rio dos Bois, na ocasião, jogando pelo Lagoa EC foi campeão em cima da Usina Santa Helena.

Nesse título, Marcos Bebeto que era jogador da Lagoa EC nos confidenciou que o campeão ganhava um jogo de camisa. A organização comprou um jogo de camisa com as cores da Usina Santa Helena, provavelmente porque achavam que ela seria a campeã.

Lagoa EC campeão da Copa A Baratex

Também foi campeão rioverdense da Série A1 com a camisa do Marconal ( foto) em 1993. Além de ter conquistado inúmeros títulos no futebol Society.

Time do Marconal 1993

Futsal

Tom deixou seu nome na história do futsal rio-verdense. Esteve presente no famoso inferninho que por anos mandou no futsal da cidade.

Time do Inferninho

Fez parte do EC Rio Verde Futsal que por alguns anos era o principal time de Goiás onde inclusive chegou a disputar a Liga Nacional.

No futsal a partir de 1999, Tom jogou por EC Rio Verde, Palmeiras de Goiás onde disputou a Taça Brasil. Vila Romana de Goiânia, Pepsi de Alta Araguaia, São Simão e Jataí.

Elenco do EC Rio Verde Futsal da Liga Nacional

Foram vários títulos no futsal, como três títulos do Campeonato Goiano e a Copa Anhanguera, ambos atuando pelo Esporte Clube Rio Verde.

Atuando no Inferninho, onde por anos ganhou tudo, deixou seu nome registrado em uma partida da equipe, no qual o Inferninho venceu por 32 a 0. Na ocasião, Tom marcou 23 gols.

Em 1999 quando foi campeão goiano e da Copa Anhanguera pelo Rio Verde. Foi escolhido o melhor jogador de futsal de Goiás e concorreu com os melhores dos outros estados para saber quem era o melhor do Brasil, na época, Manoel Tobias acabou sendo o escolhido.

Depois que se aposentou

Depois que parou de atuar, Tom foi colunista do Jornal Folha da Cidade onde ficou por 4 anos onde ele criou a seleção da rodada do amador e no final montava a seleção do campeonato.

Tom ao lado do narrador Elias Terra da Rádio Cidade

Também trabalhou por 3 anos na rádio Cidade FM onde foi comentarista no programa esportivo e é claro nas transmissões em jogos amadores e profissional.

Pessoas importantes

Fez questão também de frisar algumas pessoas que o ajudaram na sua trajetória, Gilmarzinho que o ajudou no EC Rio Verde, Cornélio Alves que foi um dos grandes incentivadores, Dr Vicente Guerra, Wilsinho treinador na base do verdão.

Tome ao lado de Gilmarzinho

Também disse que fez inúmeros amigos e para não cometer o erro de esquecer algum nome, preferiu não mencionar.

Ocupação atualmente

Uma parte dos alunos na Promissão

Já tem vários anos que Tom da bola é professor na Escolinha de Iniciação Esportiva da prefeitura. Atualmente é professor no núcleo do Bairro Promissão.

Tom da Bola sem dúvidas deixou seu nome marcado na história esportiva de Rio Verde. Estará marcado sempre no futebol amador da cidade e principalmente no futsal, já que fez parte da equipe do EC Rio Verde que será lembrado sempre.

Tom juntamente com uma parte da família
Lindenberg Júnior
Idealizador e fundador do Blog do Lindenberg e do PE, Lindenberg é jornalista diplomado, pela Faculdade Objetivo de Rio Verde e, além de trabalhar com o site, é produtor e repórter esportivo do Programa Bola na Mesa, que vai ao ar de segunda a sexta, às 11h30 e, aos sábados, ao meio-dia, na Rádio Morada do Sol FM, de Rio Verde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.